Argentina aumenta salário mínimo em 33%


Buenos Aires, 19 Mai 2016 (AFP) - O governo argentino e os sindicatos acordaram, nesta quinta-feira, um aumento do salário mínimo em 33% para que ele chegue a 8.060 pesos (560 dólares) em janeiro de 2017, informou uma fonte empresarial que participou da reunião.

O aumento do salário referencial, que até agora era de 6.060 pesos (420 dólares), será reajustado em parcelas entre junho, setembro e janeiro de 2017.



"É um bom acordo, porque para o setor empresarial não é uma coisa grave e dá um piso aceitável para o salário mínimo", afirmou Osvaldo Cornide, presidente da Confederação Argentina das Médias Empresas ao deixar a sede do governo. 

O seguro desemprego, defasado em relação aos salários de 2016, também será reajustado, de 400 pesos (27,7 dólares) para 3.000 pesos (208 dólares).

Argentina passa por uma alta inflação, de quase 20% acumulada em 2016, sentida principalmente na cesta básica.




COMPARTILHAR:

+1

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Postagens populares

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...