PARCERIA ENTRE SECRETÁRIO DA SEGURANÇA E MINISTRO PODE COLOCAR TROPAS EM RODOVIAS FEDERAIS

O novo secretário de Segurança Pública do estado de São Paulo está em sintonia com o ministro da Justiça no combate ao tráfico de drogas.

Mágino Alves Barbosa Filho, novo secretário da Segurança Pública do estado de São Paulo, foi oficializado e empossado nesta terça-feira (17) pelo governador Geraldo Alckmin. Mágino foi secretário do novo ministro da Justiça Alexandre de Moraes, ou seja, eles possuem uma relação de sintonia muito grande, o que poderá ajudar no combate aos crimes em São Paulo.

Uma parceria com a Polícia Federal já está sendo pensada pelo secretário, que é formado em direito e promotor de Justiça. Mágino comentou que manterá todos os comando da Polícia em São Paulo, dando continuidade ao trabalho feito por Moraes. "Trabalharemos do mesmo jeito'', disse Mágino, mesmo tendo estilos diferentes. O secretário afirmou que com o novo governo as parcerias vão acontecer, pois existe uma relação importante entre o órgãos do Estado e da União. Com a gestão da presidente afastada Dilma Rousseff isso não acontecia, não existia essa comunicação, comentou o secretário.


Fronteiras
Ajudar o governo federal a fiscalizar as fronteiras é um passo importante para inibir e evitar a entrada de drogas e armas potentes dentro do território brasileiro, colocando as tropas das duas esferas de governo nas rodovias. Mágino ressaltou que não quer tirar a Polícia Rodoviária Federal das estradas em nenhum momento, apenas está sugerindo uma possibilidade de melhorar o patrulhamento nas estradas. Existem outras medidas que estão sendo estudadas com essa nova parceria do Estado com a União.

Núcleo Especial Criminal
Na terça-feira (17) foi criado o Núcleo Especial Criminal em São Paulo (NECRIN) que tem o intuito de promover audiências de conciliação entre vítima e agressor, favorecendo um desafogamento dos trabalhos da Justiça e do Ministério Público. No começo, o Núcleo atenderá apenas ocorrências do Centro e futuramente expandirá para toda a cidade de São Paulo. O NECRIN registra em média 83 mil casos de menor potencial todos os anos, segundo dados da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo e isso pode ser solucionado no próprio Núcleo.


COMPARTILHAR:

+1

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Postagens populares

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...