OCDE VÊ RECESSÃO MAIS FORTE NO BRASIL EM 2016 E PIB NEGATIVO EM 2017

ENTIDADE ESTIMA QUE O DESEMPREGO NO PAÍS DEVE AUMENTAR 'AINDA MAIS'

A recessão da economia brasileira deve ficar ainda mais forte este ano, e seguir em 2017, segundo estimativas divulgadas nesta quarta-feira (1º) pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), por conta das incertezas políticas e das contínuas revelações sobre corrupção "que estão minando a confiança dos consumidores e dos negócios".


Depois de uma contração de 3,9% (segundo a entidade – os dados oficiais do IBGE apontam para uma queda de 3,8%) em 2015, o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro deve recuar 4,3% este ano, e 1,7% em 2017. A estimativa é mais pessimista que a feita pelo mercado financeiro brasileiro: na semana passada, a previsão era de contração de 3,8% este ano.

"Enquanto a economia encolhe, o desemprego deve aumentar ainda mais. A inflação vai voltar gradualmente à meta conforme os efeitos das altas dos preços administrados e da depreciação da moeda se dissipam, e a fraqueza da economia se expande", diz a OCDE em relatório.


COMPARTILHAR:

+1

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Postagens populares

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...