LULA levanta o tom de voz e rebate Ministério Público e Polícia Federal

Em nenhuma das quatro cidades, percorridas em três dias, o ex-presidente se deparou com protestos contrários a ele e a Dilma,
Em seu discurso de despedida depois de uma viagem de três dias percorrendo Bahia e Pernambuco, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva teceu críticas à atuação do Ministério Público Federal e da Polícia Federal na Operação Lava Jato e foi ovacionado por militantes na noite desta quarta-feira (13), no Recife.


Se algum representante do Ministério Público, que é uma instituição séria que eu respeito, quiser mudar a República, é melhor deixar o cargo e se candidatar a deputado ou senador e fazer política. Se algum policial federal quer mudar a República, é melhor fazer política, disse.

Neste ano, Lula chegou a ser conduzido coercitivamente por agentes da PF para depoimento em São Paulo em um desdobramento da Operação Lava Jato. Na terça (12), em Petrolina (PE), o petista já havia se queixado do episódio em uma entrevista à;Rádio Jornal.

Para o ex-presidente, desde dezembro de 2014 há uma criminalização do PT. Segundo ele, trata-se de uma represália por ser o seu partido o responsável pelas investigações de corrupção no país. Foi o PT quem tirou o tapete que encobria a corrupção nesse país. Foi o PT que investiu na Polícia Federal. Foi no governo do PT que o presidente deixou de escolher o procurador geral da república dando autonomia. É isso que eles não aceitam, afirmou.

COMPARTILHAR:

+1

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Postagens populares

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...