Estados Unidos estreiam com vitória no Mineirão

Pouco mais de 9 mil pagantes foram ao Mineirão prestigiar algumas das principais estrelas mundiais do futebol feminino. 

Duas estiveram em campo e foram personagens marcantes na vitória dos Estados Unidos diante da Nova Zelândia, por 2 a 0, na estreia no Grupo G dos Jogos Olímpicos, nesta quarta-feira, em Belo Horizonte: Carli Lloyd, atual melhor do mundo, e a goleira e musa Hope Solo, muito vaiada pelo público.

Carli Lloyd não brilhou, mas apareceu com bom toque de bola e uma conclusão perfeita no primeiro gol dos Estados Unidos, aos 8min do primeiro tempo.

Já Hope Solo foi atração à parte. Em campo, ela teve pouco trabalho, até pela pouca qualidade da equipe neo-zelandesa. Mas a goleira foi alvo da torcida mineira, que não perdoou quando ela foi às redes sociais e postou foto com um ‘arsenal’ de repelentes contra o zika, o temido vírus que tirou vários atletas dos Jogos do Rio. A cada vez que  tocava na bola, era premiada com gritos de ‘zika’.

O jogo foi um tanto morno, mas a torcida só queria mesmo curtir a presença das atletas no primeiro jogo internacional de futebol feminino no novo Mineirão. O público mineiro deu uma força extra para a Nova Zelândia, até porque os EUA se transformaram em rivais do Brasil nos últimos anos. E algozes também, inclusive em final olímpica, como em Atenas’2004.


COMPARTILHAR:

+1

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Postagens populares

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...