Homens armados atacam empresa de transportes de valores em SP

O caso repercutiu nas redes sociais que relataram tiroteio, explosões e alertaram para moradores da região não saírem de casa

A sede da Protege, empresa de transportes de valores, foi alvo de um ataque feito por homens armados na madrugada desta quarta (17).

Houve tiroteio, explosões e danos ao prédio.

Moradores da vizinhança relataram que ouviram rajadas de tiros por mais de 40 minutos. Não há informações sobre feridos e ninguém foi preso.


A Polícia Militar (PM) confirmou a invasão à sede da Protege, no Bairro Campestre, por volta de 3h. Porém, não há confirmação se o grupo conseguiu levar algo da empresa, segundo informações do G1.

Veículos foram incendiados próximos à base da Polícia Militar. Durante a fuga, a quadrilha pôs fogo a um caminhão e colocou pregos na rua para evitar que os policiais se aproximassem.

Houve ainda congestionamento no Viaduto Grande São Paulo, na Vila Prudente, que ficou interditado às 6h.

Imagens de câmeras de seguranças obtidas pelo Bom Dia São Paulo mostraram um grupo de seguranças atirando durante a ação contra a sede da Protege.


Repercussão

O caso repercutiu nas redes sociais que relataram tiroteio, explosões e alertaram para moradores da região não saírem de casa. Balas de fuzil teriam atingido imóveis que ficam perto da sede da empresa de valores.

Precaução

Um projeto de lei publicado na última quinta-feira (11), no Diário Oficial do Estado de São Paulo, pretende proibir que empresas de segurança e transporte de valores sejam instaladas dentro de perímetros urbanos de São Paulo. Além disso, o projeto visa afixar específicos para entrega e retirada de valores, bem como outras providências menores.

Segundo a proposta, a proibição visa afastar de centros populosos tentativas violentas de roubo a empresas do ramo.

COMPARTILHAR:

+1

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Postagens populares

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...